O que fazer em Aveiro, a Veneza Portuguesa!

O meu primeiro passeio pelo interior de Portugal foi na bela cidade de Aveiro, a cerca de 75km do Porto. A cidade é a capital do distrito (=estado, em Portugal), e tem aproximadamente 80 mil habitantes. Recomendo muito o passeio para quem vier ao Porto e tiver mais do que 3 dias na região.

A visita aos pontos turísticos já começa na própria estação de trens (=comboios, em Portugal), que apesar de ter sido ampliada e modernizada, ainda conserva uma parte da pequena estação original, com os típicos azulejos azuis portugueses.

A cidade é conhecida como a “Veneza portuguesa“, devido aos canais formados pela Ria de Aveiro, a foz do rio Vouga. Por ali, são oferecidos passeios turísticos em barquinhos moliceiros, que antigamente eram usados para colher algas, também chamadas de “moliço”, para uso na agricultura. É a “gôndola” da Veneza Portuguesa! 😀

Vale a pena se perder pela cidade, passear ao longo da Ria, e visitar a Ponte Laços da Amizade, pertinho do Shopping Forum de Aveiro. Ah, e pare em uma das diversas padarias (=pastelarias) para experimentar os famosos Ovos Moles de Aveiro, um típico doce à base de ovos e açúcar.

Outra parada obrigatória em Aveiro é o Parque Infante Dom Pedro – Parque da Cidade!

De lá, segui para a região da Costa Nova, que fica entre a Ria de Aveiro e o mar, e preciso admitir: fiquei perdidamente apaixonada! A cidadezinha é encantadora, com chalés lindinhos, pintados com listras coloridas, mais conhecidos como “palheiros”. Eles foram construídos com a finalidade de serem armazéns ligados à pesca, mas atualmente são usados como casas de verão, atração turística ou restaurantes e cafés. 

Já a Praia da Costa Nova é simples, comparada a tantas outras linda praias portuguesas!

Além dos ovos moles, Aveiro também é famosa por outro doce tradicional: uma espécie de crepe, com a massa ligeiramente crua. Na verdade, é feito com a mesma massa da bolacha americana, a diferença é justamente o “ponto”, já que a bolacha tem que ser prensada por muito mais tempo para ficar durinha e bem assada. O recheio pode variar entre a opção mais tradicional, com o doce de ovos, até os mais diversos tipos de chocolate e outras doçuras! Ah, mas já vou avisando que o nome é esquisito… o doce se chama “Tripas de Aveiro“, mas não precisa se preocupar ou torcer o nariz se alguém te oferecer, porque são mesmo uma delícia!

** Este post contém links para sites afiliados. Ao comprar serviços oferecidos por estes sites, tu não pagarás nenhuma taxa a mais, muitas vezes ganharás descontinhos e ainda estarás ajudando o projeto Amanda Sem Fronteiras a trazer mais e mais dicas pra ti! Este site parceiro não manipula a minha opinião sobre a experiência que relatei neste post ou sobre o serviço oferecido. Recomendo apenas o que uso e confio, para ajudar no planejamento e organização da tua viagem! **

Banner- afiliados