Roteiro completo de 2 dias em Luxemburgo

Cheguei ao meu 30° país: o pequenino e encantador Luxemburgo!
A @visit_luxembourg e o guia György nos apresentaram a cidade, a história e a cultura, e tornaram esta escapadinha de fim de semana ainda mais especial! Neste artigo, vou compartilhar com vocês tudo que eu aprendi e o roteiro completo, com o que fazer em 2 dias na cidade de Luxemburgo.

História de Luxemburgo

Ao longo de séculos, a cidade de Luxemburgo passou pelo domínio dos espanhóis, dos franceses, dos austríacos, dos franceses outra vez, até que em 1815 foi declarada propriedade privada do Rei dos Países Baixos, que foi também nomeado Grand Duque de Luxemburgo. O Grand Ducado logo firmou um acordo com a Prússia e passou a integrar a confederação germânica, contando com o apoio dos prussos na defesa da cidade.

Sendo dividida em duas partes (uma alta e outra baixa) e às margens dos rios Alzette e Pétrusse, a geografia da cidade já favorece a sua defesa contra os inimigos, e por isso era considerada uma importante fortaleza da Europa. A cada invasão, os novos dominantes adicionaram mais um anel de muralha ao redor da cidade, tornando-a a maior fortaleza da Europa (e por isso tão cobiçada). Das 3 muralhas, hoje permanece apenas 10%, já que foi destruída em 1867, como parte do Tratado de Londres, para tornar a cidade neutra e encerrar sua atividade militar. Em 1994, as ruínas que restaram da antiga fortaleza e o centro histórico da cidade de Luxemburgo foram declarados Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Luxemburgo e a União Europeia

Luxemburgo teve, também, uma grande importância no surgimento da União Europeia, sendo um dos estados fundadores e uma das quatro capitais do bloco econômico.

Segundo o guia György, a própria bandeira da UE foi inspirada por uma ideia de um cidadão luxemburguês, católico como o restante da população da época, que sugeriu que a bandeira fosse azul como o manto da Virgem Maria, com as estrelas como aquelas sobre a cabeça da santa.

Política

Atualmente, Luxemburgo conta com um Grand Duque para questões diplomáticas e com um primeiro-ministro e parlamento para governarem o país e determinarem suas leis.

Apesar de todas as leis serem assinadas pelo Grand Duque, desde 2008 o seu poder de veto foi eliminado, devido à situação que envolveu a aprovação da eutanásia assistida. O parlamento havia aprovado a lei, porém o Grand Duque, por crenças pessoais e uma questão de consciência, negou-se a assiná-la, o que levou à uma emenda na constituição que limitou os poderes do Grand Duque.

Da Cultura à Economia

Atualmente, a população total de Luxemburgo é de aproximadamente 600 mil pessoas, sendo 120 mil residentes na capital. Luxemburgo é um país multi-cultural, sendo a sua população composta por diversas nacionalidades (mais de 16% são portugueses, seguidos por franceses e alemães). Além disso, muitos vivem nos países vizinhos, França, Alemanha e Bélgica, e deslocam-se diariamente para Luxemburgo para trabalhar, e assim evitam os altos custos de viver no país, mas desfrutam do maior salário mínimo da Europa (€ 2142/mensais em 2020) e dos direitos à aposentadoria, saúde pública e educação para os filhos, por exemplo, por pagarem impostos no país.

Sendo um país com 3 idiomas oficiais (francês, alemão e luxemburguês), logo fiquei curiosa para saber como funciona isso! György contou-nos que todas as leis são feitas em francês, porém o idioma mais usado no comércio é o alemão e, no dia-a-dia nas ruas, o luxemburguês.

E como é feito o ensino nas escolas? Inicialmente, todas as disciplinas são em alemão, mas gradualmente são convertidas em francês. Além disso, os estudantes têm aulas de inglês e praticam o luxemburguês (que é muito parecido com o alemão) em casa.

Assim, a população já cresce poliglota, o que torna-se um grande atrativo para investidores. Além disso, o que torna Luxemburgo o foco de tantas empresas e bancos, especialmente, é um mix de diversos fatores: estabilidade política; mercado financeiro reconhecido como forte e tradicional, desde 1928; hub internacional para transações euro-dólar; infraestruturas eficientes; esquema competitivo de impostos; membro da União Europeia, abrindo as portas abertas do mercado europeu aos investidores estrangeiros; mercados, produtos e nichos diversificados; grande acessibilidade e adaptabilidade, por ser um país pequeno; trabalhadores internacionais e poliglotas.

Onde se Hospedar em Luxemburgo

Veja centenas de opções de hospedagem em Luxemburgo no Airbnb (com direito à descontão na sua primeira reserva) ou no Booking.com.

Seguro Viagem

Já sabemos a importância de estarmos cobertos por um Seguro Viagem, que além de ser uma exigência para brasileiros entrarem em qualquer país do Espaço Schengen, também nos livra de eventuais despesas de saúde, extravio de bagagem, atraso ou perda de voo, repatriação, além de todo apoio prestado pelas seguradoras.

Para garantir o melhor serviço ao menor custo, compare ofertas de diversas seguradoras e ganhe 5% de desconto imediato usando o cupom ASEMFRONTEIRAS5 em Seguros Promo e também com a IATI Seguros e esteja protegido, em caso de imprevistos desagradáveis durante a sua viagem!

Roteiro de 2 dias em Luxemburgo!

Eu sou a louca dos passeios guiados a pé pelas cidades que visito, e quem me ensinou sobre a história, a cultura e a vida em Luxemburgo foi simpático guia György, que mostrou-nos os motivos por que escolheu chamar Luxemburgo de lar há 30 anos.

Em 3 horas, György nos levou pelas ruas de Luxemburgo, na Wenzel Walk, mostrando lugares que nunca teríamos encontrado sozinhos e contando a história por trás de cada monumento: turismo de verdade é sobre CONHECER os lugares, e não só VER, né? E assim a pequenina Lux ganhou um significado enorme.🖤

Quem estiver interessado, pode reservar este tour no site oficial do turismo de Luxemburgo (Wenzel Circular Walk, disponível em inglês, alemão e francês). Outra opção de passeio guiado é o City Promenade, que passa pelos principais pontos do centro histórico (também disponível em inglês, alemão e francês).

A minha sugestão, para quem decidir fazer o passeio sem guia, é dividir as principais atrações da cidade em 2 dias:

DIA 1

* Museu Nacional de História e Arte (acesso gratuito)

* Lëtzebuerg City Museum: adorei conhecer este museu, e diria que é uma visita indispensável em Luxemburgo! São 3 andares de muita história e informações interessantes sobre a cidade e o país e sua charmosa capital. Além da exposição permanente, há também um andar de exposição temporária, que atualmente é sobre parques de diversões históricos.

O acesso custa € 5,00 por pessoa, mas é gratuito para quem adquire o Luxembourg Card (pode ser adquirido pela internet e usado através da app, mais informações no site oficial). Também é gratuito para menores de 21 anos ou estudantes menores de 25, e também às quintas-feiras entre as 18h e as 20h.

* Praça Clairefontaine: ver a estátua da amada Grã-Duquesa Charlotte.

* Catedral de Notre Dame (acesso gratuito)

* Constitution Square (a vista é linda!)

* Place d’Armes e Cercle Cité

* Praça Guillarme II (há um mercado de rua todas as quartas e sábados pela manhã)

* Prefeitura: levei 27 anos para descobrir que “hôtel” remete a um lugar onde as pessoas são bem-vindas e cuidadas e, por isso, “prefeitura” em francês é “Hôtel de Ville”! A prefeitura é bem simples, propositadamente, para não roubar a atenção do Grand Ducal Palace.

* Grand Ducal Palace: é o local de trabalho do Grand Duque e, por algumas semanas no verão, pode ser visitado, durante as férias do representante. De qualquer maneira, o seu exterior já é um encanto e merece uma visitinha! À frente do palácio, circulam dois guardas durante o dia, e ao lado, encontra-se o parlamento luxemburguês.

Pegar um ônibus ou tram para visitar (desde 01/03/2020, o transporte público em Luxemburgo é gratuito para todos os utilizadores):

* Osquestra Filarmônica (merece uma fotinho, no lado moderninho da cidade)

* MUDAM (Museu de Arte Contemporânea, mesmo ao lado do Fort)

* Fort Thüngen (acesso gratuito à exposição permanente)

DIA 2

* caminhada pela Wenzel Circular Walk: recomendo que façam um tour guiado com a @my_luxembourg, para aprenderem mais sobre a cidade;

* Torres Vaubaun: parte de uma das antigas muralhas.

* Eich Gate (um dos portões de acesso à cidade-fortaleza)

* Elevador panorâmico de Pfaffenthal (gratuito!)

* Grund: região baixa e fofa da cidade, conhecida como o bairro dos trabalhadores;

* Casemates du Bock: parte da fortaleza construída pelos espanhóis na primeira metade do século XVII – entre fevereiro e novembro é possível visitar o seu interior!

* Chemin de la Corniche: conhecida como “a mais bela varanda da Europa”, então imaginem a vista!

* Rham Plateau: esta área foi unida à fortaleza pela terceira muralha, construída no século XV e dois séculos depois ali também foram construídos quartéis.

Vale a pena visitar Luxemburgo?

Vale siim! Eu fiquei 2 dias e foi suficiente para ver o principal, mas se quiserem percorrer as diversas rotas pela cidade (Vaubaun, Wenzel, Luxembourg  promenade…) e visitar muitos museus, recomendo 3 ou 4 dias.

Ah, e há também outras atrações fora da capital, como castelos, florestas e cachoeiras, então poderiam adicionar mais alguns dias para explorar mais do país! 

Como é gastronomia típica de Luxemburgo?

Segundo o guia, a gastronomia de Luxemburgo é muito influenciada pela alemã, francesa, e também de outros países, já que há tantos estrangeiros.
Dois pratos tradicionais que ele apontou foram: Bouneschlupp, uma sopa à base de vagem, e Traipen, uma linguiça com todos os miúdos do porco.

Gostaste de saber mais sobre Luxemburgo? Adiciona já na tua lista, e aproveita para conhecer as vizinhas Trier (Alemanha) e Metz (França) e me conta nos comentários se achaste que vale a pena conhecer este pequeno Grand Ducado!

** Este post contém links para sites afiliados. Ao comprar serviços oferecidos por estes sites, tu não pagarás nenhuma taxa a mais, muitas vezes ganharás descontinhos e ainda estarás ajudando o projeto Amanda Sem Fronteiras a trazer mais e mais dicas pra ti! Este site parceiro não manipula a minha opinião sobre a experiência que relatei neste post ou sobre o serviço oferecido. Recomendo apenas o que uso e confio, para ajudar no planejamento e organização da tua viagem! **