Roteiro inesquecível por Provença e Côte d’Azur

Quem sonha em conhecer os tapetes lilases que enfeitam a região de Provença? Que tal unir em uma só viagem a doçura do florescer dos campos de lavanda (e de lavandin) da região de Provença com os dias relax nas lindas praias da Côte d’Azur? Hoje vou contar sobre o roteiro que eu, a @prispelomundo, a @ka_abroad e a @seidenraupen fizemos no final de junho/2019, e deixar aqui todas as dicas para que vocês também tenham un bon voyage!

Melhor época para visitar

De modo geral, a melhor época para explorar a região de Provença e ver os belos e floridos campos de lavanda é entre a metade de junho e fim de julho. Mas, ATENÇÃO!, porque em cada região o florescer pode acontecer em diferentes épocas, dependendo da altitude do campo. Por isso, antes de fechar o roteiro, confere o mapinha de previsão de florescimento:

When and where does lavender bloom in Provence?
Melhor forma de explorar a região

Os aeroportos mais próximos são Marselha e Nice, e lá mesmo tu já podes pegar o carro alugado e partir para a estrada, para explorar a região com total liberdade. Para economizar na tua roadtrip, usa o cupom IABRL15 e garante 15% de desconto no aluguel de carro com a Centauro (válido até fim de 2020 – extras não incluídos)!

Onde ficar em Provença e Côte d’Azur

Veja centenas de opções de acomodação em Provença e Côte d’Azur no Airbnb (com direito à descontão na sua primeira reserva) ou no Booking.com.

Seguro Viagem

Já sabemos a importância de estarmos cobertos por um Seguro Viagem, que além de ser uma exigência para brasileiros entrarem em qualquer país do Espaço Schengen, também nos livra de eventuais despesas de saúde, extravio de bagagem, atraso ou perda de voo, repatriação, além de todo apoio prestado pelas seguradoras.

Para garantires o melhor serviço ao menor custo, compara ofertas de diversas seguradoras e ganha 5% de desconto imediato usando o cupom ASEMFRONTEIRAS5 em Seguros Promo e também com a IATI Seguros e esteja protegid@, em caso de imprevistos desagradáveis durante a tua viagem!

Roteiro de 3 dias pelos encantos de Provença e Côte d’Azur
DIA 1
Avignon

Iniciamos nossa roadtrip em Lyon e a primeira parada foi no charmoso vilarejo de Avignon. Vocês sabiam que a cidade foi “o Vaticano de outros séculos”? Pois é, em Avignon viveram os Papas católicos por séculos, e a cidade só passou ao domínio francês em 1791! Não tínhamos muito tempo antes da nossa próxima parada, por isso não pudemos visitar por dentro o Palácio dos Papas, nem ir até a Fortaleza de Santo André, mas já foi tempo suficiente para ficarmos encantados com o centro histórico.

Museu de Lavanda

Não podíamos ir em busca dos campos floridos sem visitarmos o Museu da Lavanda, em Coustellet, e vivermos a experiência por completo, certo? Pois vou te contar que foi uma ótima ideia e recomendo muito a visita: não deixa de fora do teu roteiro!

Primeiro, visitamos o museu e aprendemos sobre as diferenças entre lavanda e lavandin, o processo de produção e extração da essência de lavanda e suas propriedades medicinais. Vocês sabiam que a lavanda fina verdadeira, cujo óleo essencial possui propriedades medicinais e é usado em diversos produtos de beleza, cresce somente a uma altitude entre 800 e 1300 metros acima do nível do mar? Abaixo desta altitude, é possível encontrar apenas campos de lavandin, que é uma flor híbrida, desenvolvida a partir da lavanda, mas usada para fins diferentes, como produtos de limpeza, porque não tem propriedades medicinais. Alguns dos benefícios do óleo essencial da lavanda fina são promover a calma e combater o estresse, a ansiedade, a insônia, aliviar os efeitos de picadas de insetos, dores de cabeça, e a lista continua!

Depois, participamos de um workshop sobre a lavanda fina e os cinco sentidos: experimentamos macarons feitos com lavanda, pintamos e também aguçamos o tato, o olfato e a audição, conectando-nos verdadeiramente à experiência de descobrir a lavanda fina.

Ao final da visita, conhecemos os produtos da marca Le Chateau du Bois, uma linha de produtos super completa, todos feitos à base de óleo essencial de lavanda.

Para mais informações sobre horários e ingressos, visita o site oficial do Museu da Lavanda.

Bonnieux

Ao longo do trajeto, vê-se incontáveis campos de lavanda e lavandin, um mais convidativo que o outro. Em Bonnieux estão alguns deles, que se estendem como tapetes lilases às margens de colinas. Interessante saber que a lavanda fina verdadeira cresce somente nas regiões de altitude entre 800 e 1300 metros acima do nível do mar. Sempre que encontrares campos abaixo desta altitude, serão de lavandin, uma flor desenvolvida a partir da lavanda, mas que não tem as mesmas propriedades medicinais e é usada para fins diferentes da lavanda.

View this post on Instagram

Quem sonha em conhecer os tapetes lilases que enfeitam a região de Provença? Entre a metade de junho e agosto é a melhor época para explorar esta região no sul da França e admirar os floridos campos de lavanda (e de lavandin) e as magníficas paisagens. Na visita ao @museedelalavande eu aprendi que a lavanda fina verdadeira, cujo óleo essencial possui propriedades medicinais e é usado em diversos produtos de beleza, cresce somente a uma altitude entre 800 e 1300 metros acima do nível do mar. Abaixo desta altitude, é possível encontrar apenas campos de lavandin, que é uma flor híbrida, desenvolvida a partir da lavanda, mas usada para fins diferentes. Vocês sabiam disso? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🇺🇸 Who dreams of visiting the lilac carpets that decorate the region of Provence? From mid-June to August is the best time to explore this region in southern France and admire the blooming lavender (and lavandin) fields and the magnificent landscapes. While visiting the @museedelalavande, I learned that true fine lavender, which essential oil has medicinal properties and is used in many beauty products, grows only at an altitude between 800 and 1300 meters above sea level. Below this altitude, we can only find lavandin fields, which is a hybrid flower, developed from lavender but used for different purposes. Did you know that? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #AmandaSemFronteirasFrança #brgirlsexploreProvence #provence #france #franca #photooftheday #travelblogger #worldcaptures #siganaviagem #viajar #travelgram #travel #instaviagem #picoftheday #instatravel #universoviajante #obomdeviajar #wanderlust

A post shared by 🌍 Viagem | Viver em Portugal (@amandasemfronteiras) on

DIA 2
Cassis e Parque Nacional dos Calanques

Um dos passeios que fizemos pela maravilhosa Côte d’Azur foi a Cassis, uma cidadezinha fofa ao lado de Marselha, de onde embarcamos para visitar o Parque Nacional dos Calanques. Os calanques são pequenas praias em fiordes, com o incrivelmente azul mar mediterrâneo.

View this post on Instagram

O fim de semana com a @ka_abroad e a @prispelomundo foi cheio de imprevistos, mas ainda demos um jeito de curtir as belezas da região de Provence-Alpes-Côte d'Azur! Dá uma olhada nos perfis delas para ver as viagens e conteúdos incríveis que elas andam fazendo!🔎 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Um dos passeios que fizemos juntas foi em Cassis, uma cidadezinha fofa ao lado de Marselha, de onde embarcamos para visitar 8 calanques (pequenas praias em fiordes, com o incrivelmente azul mar mediterrâneo). Depois do passeio de barco, também curtimos a Plage de La Grande Mer e foi simplesmente MARavilhoso! ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🇺🇸 The weekend with @ka_abroad and @prispelomundo was full of setbacks, but we still found a way to enjoy the beauties of the Provence-Alpes-Côte d'Azur region! Take a look at their profiles to see the amazing trips and content they've been doing!🔎 ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ One of the tours we went on together was in Cassis, a cute little town next to Marseille, from where we embarked to visit 8 calanques (small beached in fjords, with the amazingly blue Mediterranean Sea). After the boat trip, we also enjoyed the Plage de La Grande Mer and it was simply SE(A)nsational! ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #amandasemfronteiras #brgirlsexploreProvence #cassis #franca #france #cotedazur #calanques #tourpelomundo #photooftheday #travelblogger #bestplacestogo #viajar #worldcaptures #viajoteam #womenwhotravel #brasileirosporai #travelholic #brasileiraspelomundo #braroundtheworld

A post shared by 🌍 Viagem | Viver em Portugal (@amandasemfronteiras) on

A partir de Cassis, podes fazer trilhas pelos calanques até as suas belíssimas praias. Vontade de conhecer não nos faltava, mas não tivemos coragem de fazer essa caminhada no sol, porque as temperaturas estavam altíssimas devido à canícule (onda de calor do cão).

Acabamos optando por um passeio de barco que nos levou a 8 calanques, mas não fazem paradas para mergulho, apenas admirar e ouvir as explicações do guia. Há diversos passeios disponíveis, que exploram 3 ou até 9 calanques, e assim podes escolher de acordo com a tua disponibilidade de tempo e orçamento.

Depois do passeio de barco, também curtimos a Plage de La Grande Mer e foi simplesmente MARavilhoso!

DIA 3
La Bastide de Moustiers

Para mim, viajar é sobre descobrir e vivenciar as mais diversas experiências. Sou capaz de alegre e curiosamente comer insetos na Ásia, e também de desfrutar de uma deliciosa refeição em um requintado restaurante com estrela Michelin, no coração do Parque Natural Regional do Verdon. Esta foi a vez da segunda opção: conhecer e me deliciar no restaurante e hotel La Bastide de Moustiers. Para quem estiver disposto a investir em uma experiência gastronômica incrível, recomendo muitíssimo (mas não esqueças de fazer reserva com antecedência). Nós experimentamos um menu degustação, com entradas, prato principal, queijos e sobremesas, regados a vinho (comecei a salivar só de lembrar-me), em uma mesa ao jardim, com uma vista que completava o encanto da experiência.

Gorges du Verdon

No meio da imensidão dos canions de Verdon, que estendem-se por 25km e chegam a 700 metros de altura, repousa o azul-esverdeado lago Sainte-Croix-du-Verdon. Uma beleza natural única e inesquecível, que convida a um mergulho, passeio de barco ou de pedalinho!

DIA 4, 5, 6…

O que eu mais amo de uma roadtrip é ter a liberdade de poder parar sempre e onde quiser ao longo do caminho! Por isso, vou deixar algumas dicas extras, para quem tiver mais tempo disponível, poder adicionar também ao roteiro os doces vilarejos de Aix-en-Provence (não deixa de conhecer a Catedral de Saint-Sauveur, a avenida Cours Mirabeau e o museu-estúdio de Cezanne), Moustiers-Sainte-Marie (aproveita também para experimentar uma cerveja artesanal da região, com um sabor muito especial: lavanda!), Parque Nacional de Luberon (reserva da biosfera, na lista da Unesco desde 2010), Valensole (planícies onde encontrarás alguns dos mais apaixonantes campos de lavanda).

Já em Côte-d’Azur, aproveita para visitar também Marselha, Eze, Nice e Cannes, e que tal estender um pouquinho até Mônaco?

Ah, e a Pris Pelo Mundo é uma carioca que mora em Nice, e tem zilhões de dicas maravilhosas no blog e no Insta! Recomendo que dê uma olhada também nas dicas dela e no post Os Campos de Lavanda de Valensole, para deixar o teu roteiro completão e super especial!

Eu preciso admitir que, quando começamos a planejar essa viagem, eu só tinha vontade de adicionar mais dias ao roteiro, para aproveitar ao máximo a região! Infelizmente não foi possível, mas coloquei o pé no avião de regresso já com a certeza de que ainda voltarei lá, para conhecer mais desta região tão mágica! Me conta nos comentários o que achaste do roteiro e se já exploraste um pouco de Provença e Côte d’Azur também! ❤

** Este post contém links para sites afiliados. Ao comprar serviços oferecidos por estes sites, tu não pagarás nenhuma taxa a mais, muitas vezes ganharás descontinhos e ainda estarás ajudando o projeto Amanda Sem Fronteiras a trazer mais e mais dicas pra ti! Este site parceiro não manipula a minha opinião sobre a experiência que relatei neste post ou sobre o serviço oferecido. Recomendo apenas o que uso e confio, para ajudar no planejamento e organização da tua viagem! **