Braga: um bate-e-volta indispensável a partir do Porto

Localizada pertinho do Porto, Braga é uma das cidades que não podem faltar no roteiro de quem visita o norte de Portugal: tenho certeza que também vais te apaixonar pelo centro histórico e pelo belo cenário do Santuário do Bom Jesus do Monte! Vem comigo descobrir Braga neste roteiro de 1 dia?

Melhor forma de explorar Braga

Braga está localizada a apenas 40 minutos de carro a norte do Porto, ou 1h e 8 min de trem. Esteja viajando de carro ou de trem, o centro histórico da cidade precisa ser explorado à pé. Caso queiras visitar os Santuários recomendados neste roteiro, podes chegar lá de carro, transporte público ou Uber/Bolt.

Caso queiras alugar um carro para aproveitar a tua viagem com maior liberdade, acessa Rent Cars e compara os melhores preços em mais de 100 locadoras de veículos!

Onde se Hospedar

Como este roteiro pode ser perfeitamente feito em um dia, recomendo que fiquem hospedados no Porto, para não sofrer com check-ins e check-outs e transportar as bagagens de um lado para outro. Vê as centenas de opções de hospedagem no Porto no Airbnb (com direito à descontão na tua primeira reserva) ou no Booking.com.

Seguro Viagem

Já sabemos a importância de estarmos cobertos por um Seguro Viagem, que além de ser uma exigência para brasileiros entrarem em qualquer país do Espaço Schengen, também nos livra de eventuais despesas de saúde, extravio de bagagem, atraso ou perda de voo, repatriação, além de todo apoio prestado pelas seguradoras.

Para garantir o melhor serviço ao menor custo, compare ofertas de diversas seguradoras e ganhe 5% de desconto imediato usando o cupom ASEMFRONTEIRAS5 em Seguros Promo e também com a IATI Seguros e esteja protegido, em caso de imprevistos desagradáveis durante a sua viagem!

Roteiro de 1 dia em Braga

No Centro Histórico de Braga, não deixes de visitar:

Arco da Porta Nova: uma das portas da antiga muralha de Braga. Curiosamente, este arco nunca recebeu uma porta, e isso levou à expressão popular “és de Braga?”, muito escutada quando alguém deixa uma porta aberta.

Sé de Braga: diz-se ter sido fundada pelo apóstolo Tiago e, apesar de ter passado por ampliações ao longo dos séculos, o edifício data do século XI!

Igreja da Misericórdia de Braga: erguida entre 1560 e 1562, mas só em 1891 adquiriu o aspecto que tem hoje, de estilo renascentista.

Rua do Souto: tradicional rua comercial de Braga, de circulação exclusiva de pedestres.

Jardim de Santa Barbara: este é um belo jardim público da cidade, encantador, com o Antigo Paço Arquiepiscopal completando o cenário.

Castelo de Braga: o castelo foi destruído no início do século XX e, atualmente, resta apenas a sua torre, que era usada como ponto central de proteção do Castelo.

Praça da Republica e Jardim da Avenida Central: eu diria que esta praça é o coração de Braga, lindamente decorada com um chafariz e um encantador jardim.

Convento dos Congregados: a basílica e o colégio, que compõem o convento, datam do século XVIII, em estilo barroco e rococó. 

Palácio do Raio: Palácio construído em meados do século XVIII, em estilo barroco joanino, também é conhecido como Casa do Mexicano. Sua decoração externa, com seus belos azulejos azuis, é o que atrai os visitantes.

Depois de explorar o centro histórico, é hora de partir para o próximo ícone de Braga: o Santuário Bom Jesus do Monte. A vista da igreja no alto da colina é completada pela escadaria e pelo parque que a rodeiam: lindíssimo. Para chegar lá, será necessário ir de carro, uber ou ônibus (nº 2, 83 ou 91).

Ao chegar às escadas, podes optar por subir ao santuário pela escadaria, caso estejas com disposição, ou, então, de carro ou pelo funicular, que custa € 1,50 para um trecho ou € 2,50 para ida e volta, por adulto. O acesso ao santuário é gratuito. Para mais informações sobre horários de abertura e de missas, acessa aqui o site oficial.

Caso ainda queiras visitar outro santuário, recomendo adicionar o Santuário de Nossa Senhora do Sameiro ao roteiro, que está localizado a apenas 7 minutos de carro dali. Veja as informações e horários atualizados aqui.

Gostaste do roteiro e dicas? Marca aqui quem tu gostarias de levar para conhecer essa linda região de Portugal e compartilha com os amigos que também querem conhecer mais desta terrinha! Ah, e não deixa de ler também o artigo Guia local: o que fazer no Porto em 03 dias (ou mais)!

** Este post contém links para sites afiliados. Ao comprar serviços oferecidos por estes sites, tu não pagarás nenhuma taxa a mais, muitas vezes ganharás descontinhos e ainda estarás ajudando o projeto Amanda Sem Fronteiras a trazer mais e mais dicas pra ti! Este site parceiro não manipula a minha opinião sobre a experiência que relatei neste post ou sobre o serviço oferecido. Recomendo apenas o que uso e confio, para ajudar no planejamento e organização da tua viagem! **